PLANETA LUA


27/03/2007


O Pássaro Azul

Aos quatro anos eu sonhava em ser astronauta... (O homem pisou a lua, e a tv mostrou para mim). Também amava o Topo Gigio e amarelo.... Nessa época eu tinha um pequeno amigo de 5 cm, de bela camisa listrada, que sempre estava sentado no meu ombro...

Aos cinco, concluí que Deus era muito solitário, passei então a sentar no Seu colo, em uma poltrona escondida na sala do meu tio, e passava horas contando histórias para Ele... Pensava assim em aliviar um pouco Sua solidão... Nessa época pensei também em me tornar freira...

Aos oito anos, descobri que se passasse por baixo da ponte da praça, ia parar em um mundo encantado, onde os animais e as plantas falavam... Passei a levar lá, para brincar no mundo encantado, os meus coleguinhas de escola...

Aos dez anos conheci a Abençoada Beleza, SS Bahá’u’lláh, e me apaixonei perdidamente, primeiro por Seus escritos e por Seus seguidores, e depois por Sua luz e Seu amor... Nessa época meu amigo invisível para os outros era um pequeno pássaro azul, que passava quase todo o tempo no ombro, e gostava muito de cantar... Minha brincadeira preferida agora, era ser jardineira do jardim da escola, curar as flores feridas e levar o pássaro azul a passear entre elas... Ah, naquele jardim, passei a escrever e declamar poemas para Deus....

Aos treze entrei para um grupo de teatro amador, e isso melhorou bastante meu repertório para fazer Deus sorrir... Além de histórias, poemas, piadas, agora também podia escrever e apresentar para Ele lindas apresentações teatrais... Será que Ele gostou? Nessa época também, descobri que na verdade eu tinha vindo de um outro planeta, em uma galáxia bem distante daqui, e que tinha vindo á Terra com a missão de ajuda-la a ser mais feliz... Passava bastante tempo em cima de um pé de goiaba, lendo um livro de 1958 que ensinava a pilotar aviões... Fiz amizade com um garoto da casa ao lado, que subia em um pé de laranja para estudar para o vestibular... Dividimos um cachorro, sonhos, esperanças...


Também descobri que meu príncipe encantado (claro que eu tinha um!!! Que garota de 13 ou 42 anos não tem?) era uma mistura de Pássaro Azul, São Francisco de Assis e John Travolta, e tinha vindo comigo do meu planeta (DAU FELICIDADE) com a mesma missão que eu, mas que estava perdido em algum lugar, e que eu tinha que encontra-lo... Ou ele a mim...

Agora, além de Pássaros Azuis e Pequenos Meninos, eu tinha muitos amigos entre as crianças da Terra, os Anjos de toda parte, e seres de todos os mundos...

Hoje, eu tenho 42 anos... Devo ser uma mistura de Astronauta, freira, poeta maluca, Santa Clara, e acredito do fundo do meu coração, que este planeta em que estamos, a Terra, pode vir a ser um lugar de paz, de felicidade, de alegria, de justiça e de amor para todos os seres.... Que pode vir a ser um lugar onde as crianças possam voltar a sonhar... Onde os animais possam correr e brincar felizes, onde as flores, os pássaros azuis, os pequenos anjos, possam estar em todos os olhos e vidas...
Já demos tantas chances á guerra... Vamos dar uma chance á paz? A paz não é só possível, como inevitável.

Escrito por Lua, filha do Sol às 12h10
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Perfil



Meu perfil
BRASIL, Centro-Oeste, CAMPO GRANDE, Mulher

Histórico